Image 1 Image 2 Image 3 Image 4 Image 5 Image 6 Image 7 Image 8 Image 9 Image 10 Image 11 Image 12 Image 13 Image 14 Image 15 Image 16 Image 17 Image 18 Image 19 Image 20

Maçã

- Venha cá! Deixa eu lhe dizer uma coisa: Isso não se ensina, seu bosta!

Bandeiras

Queima barato que nem melancia no canto do prato. Sai de lá! Na ponta do pé!

Ôi de pêxe

Vrá! Vrá! Vrá! Vrá!
Mai óia pra isso!

Do coelho

Se fui prego num me alembro
Sou menino mamulengo.

Tábula rasa

Sem querer querendo ele vai vivendo. Aprende de cima pra baixo

Arrebola

Arrebola essa tarrafa e diz: Ah vem cá, meus minino.

Master

Sou seu mestre. Guardião das ilusões. Vejo tudo daqui. Quack!!

Queima!

Nordeste quente, de fogo, de MAR e de gente. Indigente.

Glub

Dá-lhe! Mergulha nesse aspecto de meio coisa cinzenta ora co(lo)rada. Te mete a besta! Avôa!

Treloso da maré

Céu azul mais encarnado de sangue na venta. Chico tuíta no topo da mesa

Tão, mas tão

Relaxa, pai.
Tô de bob. Agora não...

Xarpi

Esquenta não, mãe. Isso é uma cabeça de pito. Cheirinho bom!

Para o alto...

... é que se vai tipo avuante.

... e avante!

Como aquele palhaço do circo sem futuro

Neodinâmica

E eu reinvento a maneira do cabra se mexer e catar coquinho

Algodão

Algodão doce com filé de rapadura e coentro na mostarda

Sinhô

Aquela casa de barro, aquele açude logo ali, aquela carreira que eu não conheço, aquele.. hã?

Penumbra

É pra tentar conquistar o mundo

Self

É nói mermo, vagabundo!

Péda dura

Água forte em péda dura tocou a campainha plim, pá tramá meu fim!

Thumb1
Facebook Twitter Marcello Pontes
Use keys ↑ and ↓ or the wheel of the mouse to navigate. Abestado.